30.12.08

qbpd


qUEbRApEdRA é também assim que se escreve qbpd . quase a mesma letra variando de posição. Um canto de pássaro uma canção. Um jogo de letras uma combinação de arranjos. Arte em todas as direções. Música da nova geração.

Leonora Weissmann pega o tom, Rafael Martini ajusta os “volumes” e rege ao piano a orquestral banda com Pedro Maglioni (contrabaixos), Mateus Oliveira (vibrafone, marimba, bateria e percussão) e Edson Fernando (bateria, vibrafone, steel drum e percussão) que no disco e no show de lançamento tocam acompanhados também de convidados nas flautas, sax, trombone, fagote, clarineta e outros. A prática em conjunto faz parte da experiência musical da maioria dos os músicos do qbpd que paralelamente também compõe a Misturada Orquestra, formada em grande parte por ex-alunos da Escola de Música da UFMG.

Para o canto desafiador requerido pela base musical, a trilha da poesia. A cantora Leonora Weismann é autora de grande parte das letras das canções do qbpd, que são como uma poesia realista e subjetiva com versos lançados aos arranjos musicais e cantados com sílabas estendidas no tempo. Sua voz encontra ‘familiares’ na música brasileira, como Elis Regina, e também mineira, como Leopoldina, mas é própria, de uma limpidez e potência que se intensifica com sua interpretação no disco e no palco e com toda sua trajetória artística de pintora, cantora e poeta.

O disco de estréia do qUEbRApEdRA lançado em 25 de novembro, em Belo Horizonte, traz 12 faixas autorais, assinadas pelos integrantes da banda e também por compositores contemporâneos como Egberto Gismonti, Kristoff Silva, Makely Ka, Antônio Loureiro, Dudu Nicácio, Renato Motha, Felipe José e Alice Bicalho.


A música complexa e extremamente elaborada do qUEbRApEdRA é instigante e intensa e referencia grandes compositores da diversificada música brasileira, aí se ouve Tom Jobim, Egberto Gismonti, Milton Nascimento, Arrigo Barnabé, Edu Lobo, Maria Schneider, André Mehmari, Na Ozzetti, dentre outros. Às influências presentes no disco, acrescenta-se a dose exata de autenticidade criativa e ousada destes artistas geniais que confirmam a força da música produzida nas Gerais.

Como um retrato a revelar a pincelada colorida da alvorada no horizonte, a chegada do (no) Tangará, a canção do qUEbRApEdRA surpreende e inquieta. O investimento na formação musical arranjada com piano, vibrafone, sopros, baixo, bateria e percussões intensifica as composições e transporta os ouvintes para o ambiente da música ou o inverso, a música corresponde inteiramente ao momento presente de cada jovem contemporâneo.

Sempre as duas coisas e outras mais. É disco pra desbravar, o encarte, a poesia das letras, o resultado que dá tantos músicos reunidos, fazendo música nova. Correspondência de sentimentos e sentidos – sintonia de tempos – o cantado e o vivido.


Esse disco é uma pérola, escuta lá! Fica a dica de presente de fim de ano da ora boa pra você que sempre esteve aqui neste 2008. Pro novo ano: desejo de desejos realizados!

foto e pintura de Leonora Weissmann

3 comentários:

Luiza disse...

queridona,
que surpresa boa! presentão, sô =)
obrigada demais pelo carinho e sentidos atentos.

beijoca apertada e um desejo de feliz ano todo com realizações impossíveis,
lul

ps.:a foto é da loló tb. ah, e só o edson não integra a misturada.

.ludmila ribeiro. disse...

gracias pelas informações lul!

tô sabendo que tem show a vista ôba!

beijoca saudosa da lud

São Longuinho disse...

Que fino o blog hein, Lud... e eu não sabia dessa, hunf! Beijo!!!